N E T S O U R C E

Carregando

Adequação ERP a LGPD

Quem trabalha com gestão de negócios sabe que entrou em vigor, em setembro de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados. A LGPD regulamenta a coleta, armazenamento e tratamento dos dados pessoais dos clientes, fornecedores e funcionários das empresas. Esse artigo tem como foco explicar como adequar a tecnologia do Sistema Integrado de Gestão Empresarial ou Enterprise Resource Planning (ERP) já utilizada por sua empresa à nova realidade. 

Dados são coletados diariamente, principalmente na internet, desde a criação de um cadastro  até uma compra online. A LGPD veio para proteger esses dados e cabe às empresas colocá-la em prática. Para isso, é necessário que desenvolvam mecanismos, através do ERP, para conseguirem o consentimento das pessoas, além de permitir que essas pessoas tenham acesso às informações que forneceram e possam apagar quando quiserem. 

Mas como fazer? Veja a seguir os principais procedimentos que a sua empresa deve executar por sua empresa, para que não receba uma penalização caso não trabalhe conforme a lei. Lembramos que se aplicarão as penalizações a partir de agosto de 2021. Confira.

Saiba quais são os pilares da LGPD

Para cumprir o que determina a LGPD é necessário entender os seus três pilares que servirão para nortear as empresas. Seguindo esses três pontos principais, as empresas seguirão trabalhando com confiabilidade e assim poderão conquistar mais clientes. Veja quais são:

  1. Tecnologia: sem ela, não aplicamos as políticas de segurança corporativas. Por isso, é fundamental que a empresa tenha um sistema integrado de gestão.
  2. Mapeamento: para proteger os dados, se mapeia as informações geradas para e pelo negócio para identificar onde elas estão e definir quem pode utilizá-las.
  3. Conscientização: é necessário o treinamento dos funcionários para que entendam o papel deles no tratamento e na proteção de dados. Assim, não deixarão vazar os dados.

Como preparar seu ERP para a LGPD

Quando o empreendimento dá um passo muito importante ao possuir um ERP. Afinal, trabalhar com um software que permite a integração dos dados facilita a execução de qualquer tarefa relacionada à gestão de negócios.  O que se precisa fazer, então, é criar protocolos integrados via ERP para solicitar os dados dos usuários, informando como será o seu uso e pedindo autorização para tanto. A nova geração de ERPs já possuem funcionalidades que auxiliam nesse processo.

Outra etapa importante para a adequação às exigências legais é definir os responsáveis para ter acesso aos dados, como nome, idade, documentos, hábitos de consumo, preferências. Assim o sistema de gestão vai estar estabelecendo filtros para controlar o volume de dados e garantir que apenas pessoas autorizadas tenham acesso, conforme dita a LGPD.  

Conclusão

A LGPD veio para garantir legalmente o direito à  segurança dos dados pessoais dos clientes, fornecedores e funcionários. Por isso, é dever das empresas se adequar à lei para que não sofram penalidades futuras. A tecnologia que já auxilia no dia a dia, pode ser uma aliada nesse processo. Por isso, não perca tempo, atualize o seu sistema integrado de gestão com mais rapidez.

Posts Relacionados