N E T S O U R C E

Carregando

Boas práticas para a segurança da informação

As novas tecnologias de informação e comunicação definitivamente revolucionaram a gestão de negócios. Primeiro, porque a internet, o celular e as redes sociais, por exemplo, geram dados importantíssimos para que as empresas possam entender melhor seu consumidor. Segundo, porque ninguém mais controla uma empresa com papel e caneta. Tudo está no universo digital, inclusive, o cliente.

Entretanto, essa revolução trouxe junto a necessidade de se investir em segurança da informação. Afinal, dados estratégicos das empresas, assim como informações pessoais e financeiras sobre os clientes, entre outras coisas, precisam estar protegidos de criminosos. Caso contrário, o prejuízo é certo. Por isso, todo o cuidado para proteger os dados armazenados pela empresa é pouco.

Como garantir a segurança da informação em uma organização empresarial

Antes de mais nada, vale destacar que, se você usa um bom software de gestão, ele já conta com vários recursos e ferramentas que ajudam a aumentar a segurança. Casos, por exemplo, do Project Union, usado na gestão empresarial, e do Odontoplus, que gerencia até o prontuário eletrônico de pacientes de um serviço de saúde. 

Ainda assim, boa parte da segurança consiste em medidas adotadas pela própria empresa e que devem estar inseridas no dia a dia. A seguir, listamos cinco boas práticas que ajudarão a garantir a segurança dos dados da sua empresa e dos seus clientes.

Mantenha os softwares atualizados

O fabricante de um software de gestão atua constantemente no desenvolvimento de sistemas e recursos que aumentem a segurança. Caso haja uma atualização disponível, faça. Muitas vezes, eles visam exatamente combater as “novidades” que os criminosos desenvolveram para roubar dados e são fundamentais para que as informações que você guarda se mantenham seguras.

Faça cópias de segurança

O popular backup, que você faz até no telefone celular, precisa ser feito, também, com os dados armazenados pela sua empresa. Assim, seja no caso de fraude ou de algum problema técnico com o sistema em que eles estão armazenados, os dados estarão protegidos. Há empresas que fazem backups diários. Outras que realizam o procedimento mais de uma vez por dia. Busque entender a frequência necessária para o seu negócio, até com base na quantidade e no tipo de informação armazenados, mas não deixe de fazer o backup.

Controle o acesso aos dados

Há várias maneiras de fazer isso. A primeira delas é fazer um estudo interno para definir qual colaborador pode acessar o que. Depois, vem o controle sobre o que foi definido. Em empresas ainda um tanto analógicas, existem câmeras de seguranças nos setores nos quais ficam os computadores com os bancos de dados. Em outras mais digitais, a biometria, o reconhecimento fácil e a assinatura digital são boas opções.

Invista em treinamento

Por maior que seja a preocupação com recursos e sistemas de segurança, a maior parte dos vazamentos de informações acontece por falha humana. Seja esquecer de fazer logout no sistema ou mesmo compartilhar a senha com outras pessoas, mesmo que sem segundas intenções. Todos na empresa precisam ter ciência da importância dos dados armazenados e dos problemas que o vazamento deles pode causar.

Tenha uma política de segurança de dados

Também tem relação com o tópico anterior, mas inclui muitas outras coisas. Cláusulas de confidencialidade, por exemplo, são uma opção. Além de determinar claramente as formas de utilização e manuseio dos dados armazenados e as punições para quem descumprir as regras. O texto precisa ser curto e o mais objetivo possível, para garantir que ele seja compreendido por todos.

Adote boas práticas

Por fim, adotar boas práticas de segurança da informação não é uma opção, mas sim uma obrigação de quem atua na gestão de negócios e tem, sob suas responsabilidade, tantas informações importantes. E por mais que isso, em alguns momentos, possa exigir um certo investimento, lembre-se que esses dados são o que garante uma tomada de decisão assertiva e o sucesso do negócio. Sem falar que a empresa, quando se torna digital, passa a economizar tempo e dinheiro, com a automação de projetos e melhores práticas de gestão. 

Quer saber como deixar sua empresa mais ágil, digital e segura? A Netsource te ajuda.

Posts Relacionados